comebacks

As cientistas malucas do TWICE nos dão a fórmula para amar seu comeback em SCIENTIST

TWICE é um grupo com o qual eu tenho uma relação de amor e ódio, onde eu passei a maior parte dos anos de promoção delas torcendo meu nariz para os lançamentos delas, pura e simplesmente porque eu não aguentava muitas coisas que eram empurradas pelo grupo. As coisas começaram a mudar um pouco com essa nova fase de lançamentos do grupo, ganhando um pico com I Can’t Stop Me que é minha música favorita do grupo até hoje. Então eu hoje em dia fico de olho nos comebacks das meninas, mesmo que me mantendo neutra por conta de lançamentos como Alcohol-Free.

Quando anunciaram o Formula of Love, novo full álbum do grupo, eu simplesmente ADOREI as fotos conceito dele e tudo que estava nos teasers. Isso aumentando quando droparam o highlight medley desse álbum, que me deixou numa hype ENORME por SCIENTIST, que pareceu ser mais uma ótima título vinda do grupo (e claro, eu estava feliz por poder fazer mais um música por música de um full álbum de verdade). O conceito, a música, tudo aqui me deu esperanças, sabe?

Continue lendo “As cientistas malucas do TWICE nos dão a fórmula para amar seu comeback em SCIENTIST”
Debut

BILLLIE faz com que questionemos nossa sanidade com seu debut RING X RING

Eu acho incrível como todo ano o kpop se propõe a colocar um debut na mesa pra fazer com que eu questione minha sanidade em todos os níveis possíveis. Esse ano pelo visto o grupo escolhido pra tal coisa é o novo girl group da Mystic Story desde o Brown Eyed Girls, Billlie. Um nome um tanto quanto interessante para um girl group que poderia ser um tanto quanto interessante também.

E sendo bem honesta, minha hype por esse debut estava ENORME. Simplesmente eu adorei todas as fotos teaser, os vídeos conceito foram IMACULADOS com todas as palavras possíveis e nossa como eu queria que esse MV dropasse com o mesmo conceito dos teasers, principalmente pelas vibes creepy da coisa toda. Ai veio o MV teaser e HM pra fazer com que pontos de interrogação surgissem no meu ser sobre o quanto esse debut me agradaria.

E cá estamos.

Continue lendo “BILLLIE faz com que questionemos nossa sanidade com seu debut RING X RING”
comebacks

LIGHTSUM rouba uma demo do WJSN para seu primeiro comeback com VIVACE

E ai meu povo bonito, como estão se sentindo nesse pós feriado? Descansados ou odiando que tem que voltar a vida normal? Pois bem, espero que pelo menos estejam animados que hoje tem o primeiro comeback do ggroup mais novo da Cube: LIGTHSUM. Depois de debutar lá no início do ano com a açucarada porém ok Vanilla, eu nem estava esperando muito por um comeback incrível do grupo.

Era aquilo, um debut ok que não era muito marcante com certeza não me faria tremer de ansiedade por um novo lançamento do grupo. Na verdade eu nem sabia se a Cube se daria ao trabalho pra isso, sabendo que a empresa é totalmente torta, eu nem esperava um comeback do LIGHTSUM tão cedo, mas cá estamos com VIVACE.

Continue lendo “LIGHTSUM rouba uma demo do WJSN para seu primeiro comeback com VIVACE”
Review

REVIEW: Dreamcatcher – Dystopia: Road to Utopia

E ai meu povo, como vocês estão? Pois bem, espero que estejam tendo um ótimo domingo! E, depois de muita demora, finalmente temos mais uma review de álbuns pra vocês, yay! Dessa vez eu vou falar sobre o penúltimo lançamento do Dreamcatcher, o Road to Utopia, que chegou pra mim a pouquíssimo tempo atrás. Eu fiquei enrolando pra caramba pra fazer essa review mas finalmente estamos aqui. Peguem suas pipocas, preparem seus olhos e vamos pra esse post maravilindo sobre esse lindíssimo álbum.

Continue lendo “REVIEW: Dreamcatcher – Dystopia: Road to Utopia”
comebacks

SM repete feitos e entrega a nova Next Level ao aespa com SAVAGE

E ai minha gente, o que vocês estavam esperando desse comeback do aespa? Sendo bem sincera (e completamente biased) eu esperava até que bastante do grupo, principalmente depois de Next Level. Sim, podem se preocupar com minha saúde, mas Next Level é basicamente uma das minhas favoritas do ano, estando no top 3 das músicas mais tocadas do meu Apple Music e provavelmente vai morar ali até o final do ano. Podem falar que eu tenho um gosto duvidoso, e tenho mesmo, e talvez por isso eu esperava tanto de SAVAGE.

Primeiro que esse é o primeiro mini do aespa e eu esperava ver o que a SM planejava em entregar nas b-sides do grupo, ainda mais sabendo do histórico ótimo de grupos como Red Velvet e F(x) que sempre tiveram esse lado de exploração musical e sempre entregaram ótimas b-sides. SAVAGE, entretanto, já me assustou só pelo nome (que grita try hard girl power eu sou a maior de todassss), mas o teaser do MVme animou e MUITO pra esse comeback. Será que elas entregaram tudo isso?

Continue lendo “SM repete feitos e entrega a nova Next Level ao aespa com SAVAGE”
Música por Música

MÚSICA POR MÚSICA – CRAZY IN LOVE

E ai minha gente, tudo certinho? Pois eu espero que sim, porque hoje é dia de música por música e faziam alguns meses que eu não soltava um por aqui (principalmente que não saiu nenhum full álbum do meu interesse), e melhor jeito de trazer esse quadro de volta do que com Itzy? Bem, acho que todo mundo sabe, mas eu realmente curto bastante a discografia do grupo, mesmo que ela seja falha em diversos pontos e existam algumas músicas que certeza que se você escuta e diz que são boas tu precisa urgentemente de ver como está sua audição. Eu mesma duvido da minha de vez em quando. De qualquer maneira, vamos começar essa review.

Continue lendo “MÚSICA POR MÚSICA – CRAZY IN LOVE”
comebacks

ITZY decidiu meter o LOCO com esse comeback e “full album”

E ai minha gente, já estão se descabelando por conta da queda de qualidade nas músicas do Itzy? Pois é, eu também. Sendo bem honesta, mesmo que elas estejam entre meus grupos favoritos, eu tenho que admitir que estamos em ladeira abaixo por aqui. Digo isso principalmente por conta de In The Morning, o último comeback do grupo que foi tão underwhelming que sinceramente desanimei do som delas. E ai eles anunciaram esse full álbum (que não é full, é um mini com reciclagens variadas) e eu tava meio “é, meh” pra ver no que isso daria. Loco e Swipe não prometiam muito pra mim e eu já até que tinha perdido a esperança desse álbum em si ter algum tipo de salvação.

Nossa senhora que thumbnail porca dos infernos
Continue lendo “ITZY decidiu meter o LOCO com esse comeback e “full album””
comebacks

É hora de comer cérebros com o Purple Kiss em seu primeiro comeback, Zombie

E ai minha gente bonita? Como vocês estão? Esperando um apocalipse logo e que seja de zumbis porque você acha que é o único que conseguiria sobreviver? Provavelmente é o mesmo que Purple Kiss pensou pro seu primeiro comeback, pegando um conceito meio batidão e abençoando a título com o nome de Zombie. No geral, eu tinha boas expectativas pro primeiro comeback do grupo, ainda mais do ótimo debut com Ponzona, que era uma música dark e entregava ótimos vocais e instrumental.

Já Zombie, desde os teasers de fotos até da própria música parecia que ia seguir uma linha de raciocínio que se leva menos a sério, e eu não sabia o que esperar disso.

Continue lendo “É hora de comer cérebros com o Purple Kiss em seu primeiro comeback, Zombie”
comebacks

STAYC está de volta acabando com estereótipos em seu mais novo comeback

E ai meu povo, tudo certinho? Estavam prontos pra ouvir as meninas do STAYC quebrando o tabu com toda a força do mundo? (piada que estaria no título se eu não tivesse visto que já foi usada, oop) Pois bem, depois de lançar um cover de Kiss Me More da Doja Cat e mostrar que menores de idade podem cantar sobre os garotos querendo a [censurado] delas como barraca do beijo (escutem o sarcasmo na minha voz inexistente, por favor), agora elas estão cantando sobre estereótipos e lançaram um teaser que faria com que a Quebrando o Tabu tivesse orgulho delas.

Continue lendo “STAYC está de volta acabando com estereótipos em seu mais novo comeback”
Debut

Kwon Eunbi é a primeira a abrir a ‘porta’ para os inevitáveis debuts das ex-IZ*ONE

E ai galerinha? Você fez parte daquele projeto que acontecia todo ano quando algum grupo com dada de validade estava prestes a ir pra valeta? E ficou decepcionado quando não rolou porque, por mais incrível que pareça, cada empresa tinha uma direção com sua integrante, né? Pois bem, eu nem passo perto de grupo assim justamente por ter 0 paciência com grupo que tem data e hora certinho pra deixar de ser um grupo. Me cansa a beleza.

E depois de discussões que demoraram até que muito, naquele “tira casaco, bota casaco” que já tinha enchido a paciência de todo mundo, menos do fandom do IZ*ONE, o grupo está morto e as integrantes podem finalmente voltar pras suas empresas e serem jogadas ou num grupo que não vai pra frente porque nunca tiveram bom direcionamento, ou que daria disband em pouquíssimo tempo ou pra raridade que acabou cativando o público coreano OU, como a espertinha da Kwon Eunbi fez, virou solista porque é exatamente o que deu mais certo dentro das ex-IOI.

Continue lendo “Kwon Eunbi é a primeira a abrir a ‘porta’ para os inevitáveis debuts das ex-IZ*ONE”