comebacks

TALK THAT TALK é um ótimo primeiro comeback após renovação de contrato do TWICE

Vamos ser bem sinceros? Eu realmente não esperava que Twice por inteiro acabaria renovando contrato com a JYP. Grupos tão grandes assim geralmente perde uma membro rapidinho e, pra mim pelo menos, foi uma surpresa saber que elas continuariam como nove.

De qualquer maneira, Between 1&2 é o primeiro comeback das meninas após essa renovação, e tudo poderia ter acontecido aqui: desde uma música relembrando os tempos antigos (o que me faria imediatamente querer morrer) ou algo mais sofisticado/divertido e maduro como elas andam fazendo. Talk That Talk poderia ser tudo ou nada.

E ela acaba sendo um acerto vindo do Twice, ainda mais quando eu ando gostando e MUITO dessas músicas com um vibe meio “feel good” sabe? Então Talk Tha Talk acaba sendo fácil de engolir.

A faixa combina bem os dois aspectos do Twice em uma faixa, ainda tendo aquela sonoridade divertida e meio jovial, combinada com o refinamento e sofisticação. É divertido ver a progressão do primeiro verso até o refrão: a música abre com aquele riffzinho de música inocente, os versos começam a construir algo mais dançante e então estoura naquele refrão mais que crocante.

E como assistir o crescimento do Twice numa música, e mesmo que eu não consiga sentir a nostalgia por trás disso, principalmente por não acompanhar o grupo de perto de jeito nenhum, eu entendo perfeitamente o ponto aqui: ser divertido e uma lembrança da tragetória das meninas que ainda vai se estender por mais alguns anos.

Talk That Talk acerta em todos seus elementos, principalmente quando falamos da combinação de música e vocais. Eu acho bem interessante como conseguiram fazer funcionar momentos vocais mais agudos com outros mais estáveis através da batida do instrumental, que envelopa tudo isso perfeitamente. A única parte que realmente parece deslocada é o semi rap no começo do segundo verso, mas de resto tudo funciona muito bem.

O clipe está super bonitinho, e eu realmente gosto de algumas partes dele. Os efeitos estão super legais mas principalmente eu acho que os cortes mais travadões e com um estilo mais retrô dão personalidade a coisa toda. Outro ponto que achei interessante foi o fato que o QR code no final da música dá pra uma foto antiga do Twice, quase como um jeito de falar “olha onde começamos e onde estamos agora” e é uma ótima comparação entre esse Twice de Talk That Talk e aquele Twice de 2015.

Twice acerta mais uma vez comigo e, acho, que esse blog finalmente se afasta de amar odiar as músicas do grupo pra um relacionamento bem mais saudável com elas. Já era tempo, né?

Publicidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s