Debut

Comentando sobre o debut “inesperado” do NewJeans

Como alguns sabem eu estive afastada daqui por um tempo, então acabei perdendo algumas coisas novas um tanto quanto interessantes nesse meio tempo. Uma delas é um debut extremamente inesperado (pelo menos pra mim) de um girlgroup pela empresa ADOR, subsidiaria independente da HYBE.

ADOR escolheu por um trilha de debut um tanto quanto estranha para um grupo, pulando todos os pontos de apresentação de membros e conceito e indo direto ao ponto: a primeira promoção real do grupo, onde as membros foram anunciadas, foi com o lançamento do MV do que seria a título do álbum de debut do grupo, Attention.

Attention é uma música que se agarra ao R&B e entrega uma proposta ótima tanto para instrumentais quanto para vocais. A produção da coisa toda está EXTREMAMENTE boa, e Attention facilmente é uma das minhas músicas de debut favoritas dos últimos anos, principalmente quando a mira da maioria dos grupo decaí em “hyper pops” estourados, que por mais que eu goste de alguns, em algum momento cansam.

Então NewJeans é um respiro interessante no que vinha sendo posto a mesa. Mas, claro, nem tudo bom pode ser coberto de flores não é mesmo? Pouco depois da saída de Attention a bolha do kpop entrou numa discussão sobre a idade das meninas (a mais velha tem 18 anos e a mais nova tem somente 14) e como fãs mais velhos deveriam se portar (“não pode comprar o álbum, vai ter foto de menor de idade guardada em casa?” era o principal argumento).

Por que isso foi trazido a tona agora? Pra mim não faz nenhum sentido. É o tipo de conversa que não faz sentido nenhum em existir quando lá em 2008 Lee Taemin debutava no SHINee com 15 anos e absolutamente ninguém falava nada. Não que eu exatamente concorde com crianças entrando na vida de idol tão novas, mas não é como se a menina ter 14 anos fosse exatamente uma novidade…

Claro isso tudo meio que piora quando esse post (que sim, é da pannchoa) deu uma certa viralizada:

Min Heejin, dentro do que eu consegui pesquisar antes desse post, é a atual CEO da ADOR e era uma designer gráfica dentro da SM em 2002, se tornando parte dos diretores em 2017. Existem alguns pontos bem fortes sobre ela, principalmente os posts no instagram dela que… sinceramente, me fazem questionar uma grande porção de coisas.

De qualquer maneira, nada aqui é realmente comprovado, e na realidade acabou ferindo um pouco o resto do debut do grupo. Mas, mesmo com controvérsias, mais coisa saiu:

Os vídeos separados de Hype Boy começaram a sair aos poucos, com um conceito mais individual para cada uma das membros do grupo (com duas colocadas juntas por não sei qual motivo). Não vou mentir, não assisti todos e tenho uma preguiça enorme de fazê-lo, mas a música é ótima de qualquer maneira.

Hype Boy segue o mesmo estilo de Attention só que com um pouco mais de ritmo, sendo uma faixa mais divertida de se escutar mesmo que ainda com a qualidade enorme do primeiro lançamento do grupo.

Hurt foi a terceira música lançada no pré-debut das meninas, finalizando a trinca que estaria no primeiro álbum das meninas. É uma música mais lentinha que, ainda assim funciona muito bem com os vocais das meninas e também é extremamente boa de se ouvir.

E então hoje, dia 01/05, depois de quase duas semanas de promoção pré-debut do grupo, a gente finalmente tem essas músicas nas plataformas de streaming e o clipe oficial da última que faltava no álbum, e também a razão principal que me move a fazer esse post: Cookie

E eu realmente curti a música. Ela cai exatamente no ponto que eu já vinha curtindo no grupo, esse estilo de música que não é difícil de escutar e ainda assim te prende. NewJeans é um grupo promissor, principalmente quando olhamos vocais e a apresentação geral da faixa.

Também gosto bastante do clipe ser simples, tem um ou outro CGI meio ruim pra dar aquele gostinho de kpop, mas a coisa toda ser só elas, um banco e um sonho é interessante de se assistir, ainda mais com o pré-debut gigantesco do grupo.

Claro, tem o ponto da letra de Cookie, que eu vi mais de uma pessoa apontando que tinha conotação sexual que eu… sinceramente não consigo ver vendo a letra disponível no vídeo. Existem partes que sim, se você forçar, dá pra trazer um elemento sexual a coisa toda mas eu só consigo pensar que elas estão falando do álbum de debut delas como se fosse um biscoito feito quentinho pra você (ainda mais com os CDs e cookies aparecendo em CGI várias vezes).

NewJeans, pra mim, é uma ótima promessa nascida entre muita controvérsia. As meninas entregam bem o conceito, principalmente que visualmente nada é muito sexualizado em meninas menores. As músicas são boas e eu realmente curto a coisa toda. Agora basta sentar e observar o que acontece daqui pra frente com os problemas que saíram até agora contanto a CEO da empresa delas. Até lá, NewJeans é a mais nova adição às minhas playlists.

2 comentários em “Comentando sobre o debut “inesperado” do NewJeans

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s