Música por Música

MÚSICA POR MÚSICA – XOXO

Acho incrível como um quadro que eu criei para avaliar somente full álbuns agora se tornou um quadro sobre álbuns que não cumprem sua função em ter o mínimo: música. No música por música de hoje eu vos trago o primeiro full álbum de Jeon Somi, ex IOI, quase ITZY e agora solista do The Black Label que faz um comeback por ano se a empresa ao menos se der ao trabalho de fazer algo pra ela. Essa semana tivemos o lançamento de XOXO que já não foi muito feliz em muitas opções. Essa review pode ser uma das mais curtas aqui (!!!!), mas eu não poderia deixar de ter meu momento para tacar o pau avaliar esse conjunto da obra que por acaso é minúsculo.

Eu vou fazer um pouquinho diferente aqui do que fiz na review sobre o Crazy In Love do ITZY, onde eu havia escolhido não falar sobre as versões repetidas por serem somente instrumentais. Nesse caso aqui eu vou linkar minhas reações a essas músicas mais antigas da Somi e vou dizer, logo depois, como elas envelheceram pra mim. Estou fazendo isso porque se não fizesse eu estaria avaliando somente quatro músicas e esse post perderia TOTALMENTE o seu sentido. Boa sorte pra mim e boa leitura pra vocês!

1. DUMB DUMB

Clique aqui para ver minha primeira review de DUMB DUMB!

Escutar essa música de novo depois de algum tempo ainda me faz duvidar e muito de todas as escolhas do Teddy para as produções da Somi. Eu meio que retiro o que disse sobre ser mais do mesmo, porque mesmo que seguindo uma linha de raciocínio que sempre está lá, ainda é um pouco mais suportável que a maioria dos bate latas que esse senhor faz. Prossigo botando defeito no tempo minúsculo de música que é comido mais ainda por um MV cheio de fillers. A impressão prossegue quase a mesma, ainda mais vendo que DUMB DUMB saiu a pouquíssimo tempo.

2. XOXO

Clique aqui para ver minha review de XOXO!

Título esquecível, não tem muito mais a ser acrescentado aqui a não ser que cada vez mais que eu escuto essa música mais eu me pergunto se os plano da YG é fazer que esqueça da Somi como cantora de vez, porque se for isso tá funcionando e muito bem.

3. DON’T LET ME GO (feat. GIRIBOY)

Eu realmente não queria abrir a parte exclusiva dessa review sendo completamente babaca, mas parece que o principal ponto desse álbum inteiro me fazer ter sono e preguiça. Don’t let me go se me desse mais sono provavelmente curaria minha insônia pelo resto da vida e eu gostaria muito que eu estivesse de meme nesse ponto, mas não tem nada de interessante nessa música em nenhum momento. Em nenhum segundo ela cativa, em nenhum segundo ela estoura… chega a ser triste nem mesmo a bridge acabar despontando pra algo interessante.

Os vocais da Somi já não tem nada muito marcante sobre eles, e acho que foi um dos primeiros motivos que fez eu erguer as sombrancelhas quando anunciaram que ela debutaria solo, e Don’t let me go acaba caindo no mesmo problema que XOXO tem, de ser uma música sem vocais interessantes e sem um instrumental que carrega a coisa toda. Sério, se que se eu colocar isso antes de dormir vai me ajudar igual aqueles sons de natureza?

4. ANYMORE

Somi, Camp Rock ligou e mandou você devolver essa música roubada deles!

Mas falando sério, essa deve ser a música com mais personalidade desse álbum inteiro, e isso ainda não significa que tenha tanta personalidade assim, porque eu sinceramente não vejo a Somi cantando isso aqui. Podem ver que é um tema meio recorrente, porque durante esse álbum inteiro a impressão que tive é que a Somi ainda não encontrou uma marca sonora própria que a represente bem. Anymore é uma música bem algo que qualquer um poderia lançar e a gente meio que aceita. Se fosse canetada da Rosé funcionaria até melhor porque combina com ela.

Anymore parece retirada direto de um filme adolescente enquanto a mocinha está tendo uma crise e relembrando os momentos com o mocinho com quem ela acabou de terminar depois de ver ele apenas conversando com outra, por nada. Eu com certeza veria isso aqui em algum dos musicais da Disney e, mesmo que eu goste de HSM, Somi por favor não.

5. WATERMELON

Eu poderia simplificar Watermelon com duas palavras: sem graça. E eu acho que nesse ponto eu to me repetindo e essa review vai ser somente comigo falando o quão entediante são essas músicas novas que colocaram nesse álbum. Watermelon tem a mesma falta de vida e carisma que XOXO e Don’t let me go, sendo uma música que parece vazia e incompleta. De verdade, parece que alguém simplesmente esqueceu de colocar algo que desse um TCHAN na coisa toda, e ai somente cai no esquecível e entediante.

Os vocais dela não trazem muito pra coisa toda, eu sei, eu já disse isso umas três vezes, mas por mais incrível que pareça eles não são o maior problema dessa música. O que realmente me dá essa impressão de vazio e mal terminado é o refrão, que parece preguiçosamente feito. Você quase não escuta ele e fica aquele sentimento de que Somi foi deixada cantando sozinha com um efeito aqui e outro lá, e vocês não entendem o quanto esse minimalismo sonoro me incomoda, porque parece que eu to numa sessão de slam poetry. Isso é tão ruim quanto aquelas músicas que miram no muito, como que as pessoas não entendem que existe algo chamado EQUILÍBRIO?

6. BIRTHDAY

Clique aqui para ver minha primeira review de BIRTHDAY!

Nossa faz tanto tempo que eu nem chegava perto disso aqui e como BIRTHDAY envelheceu como leite, consegue ser pior do que a primeira vez que eu escutei. Pra um debut de uma ex IOI (que era center) que foi adiado por MESES, isso aqui é extremamente decepcionante. Como podem não ter o mínimo de vergonha na cara de reciclar isso, de verdade?

7. WHAT YOU WAITING FOR

Clique aqui para ver minha primeira review de What You Waiting For!

Diferente de Birthday, acho que What You Waiting For envelheceu um pouquinho melhor. Ainda não sou fã da música, mas deve ser o treco melhorzinho que ela já soltou entre toda essa chuva de coisa ruim e sem graça. Essa persona combina um pouco mais com a Somi e acho que deveria ser o que ela definitivamente segue na carreira solo. DUMB DUMB e XOXO devem ter sido tentativas disso, mas que falham bem feio nessa tentiva.

8. OUTTA MY HEAD

Já que faltaram títulos para eles reciclarem e provavelmente faltava mais uma para eles conseguirem lançar isso como um full, decidiram reciclar uma b-side do single de debut da Somi. Se vocês ainda não entenderam isso aqui é a epítome da preguiça, e eu acho que o treco mais inaceitável dessa coisa toda. Eu até entendo uma reciclagem ou outra, mesmo odiando, mas num álbum de oito músicas onde três são títulos antigas a cereja no topo é RECICLAR UMA B-SIDE. Eu nem tenho palavras, só desgosto.

Sobre Outta My Head, ela é bem nada demais, mas acho que ela se encaixa bem na modalidade de What You Waiting For, funciona melhor com a Somi e é um treco mai razoável, mesmo que seja uma música que eu nunca mais nem vou tocar. Sem graça mas mais suportável que todo o resto.

NOTA DO ÁLBUM: 1,3/10

Se eu puder definir esse álbum em uma palavra seria preguiçoso. XOXO deve ser o lançamento mais preguiçoso desse ano sem nenhum tipo de sombra de dúvida. Tudo aqui soa preguiçoso e acima de tudo parece preguiçoso. Eu ainda tive a cara de dar uma nota maior pro álbum do ITZY (que se utilizou de uma reciclagem descarada também) porque pelo menos elas entregaram 9 músicas novas. FORAM NOVE MÚSICAS NOVAS. XOXO nem isso tem, são oito faixas no total e metade é somente reciclagem de músicas antigas, chega a ser VERGONHOSO chamar isso de full álbum. Isso tudo é vontade de pegar dinheiro mais fácil da galera só porque full geralmente vende um pouco mais caro? Porque é a única explicação que eu vejo nisso aqui.

Isso sem entrar no mérito das músicas novas que devem servir para minha insônia infinitamente melhor do que os remédios que eu tomo pra dormir. Não tem nada demais acontecendo em nenhuma delas, falta personalidade, falta carisma, falta TUDO que seria necessário pra um álbum como esse pelo menos ter uma desculpa pra ser tão curto e cheio de filler. Ninguém se deu ao trabalho de tentar montar uma marca sonora pra Somi, ninguém se deu ao trabalho de ao menos tentar fazer com que essas músicas fossem efetivas. Foi tanto preguiça em cima disso que eu chego a ter pena da Somi por estar entregando um produto tão terrivelmente feito.

E com isso eu finalizo esse música por música. Se tem uma coisa que consegue me tirar do sério é gente trabalhando com música do jeito mais preguiçoso possível e ainda recebendo rios e rios de dinheiro por isso. Meus pêsames a Somi por ter que carregar isso aqui como parte da carreira solo dela, sinceramente.

2 comentários em “MÚSICA POR MÚSICA – XOXO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s