2020 · TOP FINAL DE ANO

As 50 melhores de 2020 – Parte 2

Pois bem, cá estamos de volta com a segunda parte das minhas favoritas de 2020! Geralmente eu não tenho muito o que dizer aqui, então vamos logo ao assunto, as posição de 40-31! Divirtam-se!

Relembrando que esse top é feito pura e simplesmente baseado no que eu mais escutei durante o ano, então só vai ter coisa que eu realmente gostei.

40º WJSN CHOCOME – HMPH!

A sub-unit do WJSN que ninguém pediu mas que funcionou mais que o esperado comigo. Eu nem cheguei a comentar sobre ela no blog, mas meus colegas eu gostei e muito de Hmph! só porque eu gosto de um troço nesse nipe e não surpreendo mais ninguém nessa brincadeira. Logo quando Chocome foi anunciado eu olhei pra cara da Starship e falei “mano não creio que você vai me fazer passar por isso com um grupo que eu gosto e MUITO” mas para a minha surpresa agradável a sub unit seguiu uma linha de aegyo despretensioso que eu gosto até que mais, principalmente por Hmph! ser uma daquelas músicas que são somente pra ser divertidas de ouvir, o que funcionou muito bem obrigada.

39º EVERGLOW – NO LIE

Todo mundo e suas respectivas mães sabem que eu gosto muito, mas MUITO de No Lie do Everglow. Acho que, inclusive, é a primeira b-side que aparece por aqui, mas é por um bom motivo. Mesmo que Dun Dun seja uma boa música, essa aqui conseguiu superar a título e é uma música que eu sinceramente escuto muito mais do que realmente falo. Eu gosto de como ela é mais melodiosa (diferente da título do álbum, que é só batidão) mesmo com o refrão sendo só repetição em cima de um dropzinho, mas quem não é comprado por aquele pré refrão maravilhoso disso aqui? E olha que fazia um tempinho que não escutava ela, mas escutando de novo, com certeza é uma das minhas favoritas do grupo.

38º LOVELYZ – OBLIVIATE

Quem diria que um dia o Lovelyz entraria no meu top 50? Na verdade quem diria que as bonitas sequer me agradariam, não é mesmo? Lovelyz participou do Queendom no ano passado, soltou alguns solos de algumas integrantes (um deles sendo a maravilhosa Tiger Eyes) e deu uma boa enrolada para, finalmente, trabalhar um amadurecimento maior na imagem e sonoridade do grupo, que funcionou tão bem que eu sai escutando Obliviate igual uma maluca por dias a fio. É esse o nível de quão boa essa música é, pra vocês entenderem. Ela tem um tom meio mágico, bem puxado a algo meio Harry Potter, e acho que é principalmente essa tonalidade que vende a música perfeitamente. Se os próximos lançamentos do grupo forem nesse nipe, estou mais que ansiosa pra ver o que tem por vir.

37º (G)I-DLE – DUMDI DUMDI

Pra quem logo de primeira odiou DUMDi DUMDi, ela ser a única do Idle a aparecer aqui esse ano diz realmente muita coisa. Na verdade, pra início de conversa, a música cresceu MUITO em mim e facilmente realmente é uma das minhas favoritas do ano. É uma música deliciosa de verão, que não força muito a barra em momento nenhum e funciona até que bem demais com o grupo. Então, sim, essa é a razão de DUMDi DUMDi estar aqui, é só porque no fim das contas a bicha cresceu tanto em mim e eu repeti tantas vezes que acabei amando. Agora é esperar pra ver o que dona Soyeon faz pro grupo ano que vem.

36º APRIL – LALALILALA

Uma outra surpresa um tanto quanto agradável nesse ano foi o próprio April, que decidiu ganhar um pouco de mais força com seus lançamentos. Mesmo que Now or Never tenha crescido um pouco em mim (não ao ponto de salvar, masok) a rainha do grupo é LALALILALA, porque não tem música delas que bata de frente com a perfeição dessa música. Novamente, eu gosto muito dessa sonoridade mágica que alguns grupos andam explorando, porque eu simplesmente adoro ela (olhe bem que eu sou stan do WJSN no fim do dia) e essa música vai certeira onde funciona. E vamos ser sinceros: QUE MÚSICA BOA DOS INFERNOS.

35º ROCKET PUNCH – BOUNCY

ESSA PORCARIA MERDAVILHOSA QUE É BOUNCY, PELO AMOR DE DEUS. Rocket Punch estava se impulsionando lindamente pra se tornar um novo grupo favorito meu, principalmente depois de lançar essa bagunça generalizada INCRÍVEL que é Bouncy. E eu posso chamar ela de horrível, péssima, porcaria porque eu amo essa bosta e MUITO, ok? Ela é bagunçada, divertida, barulhenta, cheia de efeito aleatório e é justamente isso que faz com que ela funcione tão bem e não me deixe cansar dela de jeito nenhum. Uma pena que decidiram dar aquela decadência provinda de Xuxa só para baixinhos que foi Juicy por grupo, sendo que eu só queria outro bopzinho maluco pra chamar de meu.

34º I*ZONE – FIESTA

Sim, eu ando gostando mais das coisas do I*zone do que o esperado, mas quem manda as bonitas estarem lançando uns troços deliciosos, eim? Uma pena que não vou conseguir encaixar Panorama por aqui, porque sim, foi outra que eu ADOREI, mas por enquanto vamos falar do lançamento delas pós escândalo do Produce. Fiesta soa exatamente com o que o nome diz, com uma festa enorme (e o clipe também passa essa mesma impressão) é uma música gostosa de se ouvir de começo a fim, com um refrão super vívido e divertido, sendo uma música que é completamente colorida. Por essas e outras que esse grupo vem subindo mais no meu conceito do que o esperado.

33º GWSN – TWEAKS

O céu está escuro, mas não chove deve ter sido a b-side mais aclamada da blogosfera de fundo de quintal, isso me inclui, claro. Por mais que não pareça, eu fui gostar de Tweak meses, mas MESES depois de GWSN ter saído com o The Keys porque eu sou uma atrasada dos inferno que fui dar a segunda escutada no álbum só depois de meses porque esqueci. No fim das contas, Tweaks é aquelas catwalk music que conseguem ter um efeito enorme em mim por causa principalmente do instrumental com ritmo mais marcado. Isso em si já vende a música, mas eu também realmente gosto da letra dela e de como os vocais trabalham em cima do instrumental. Ela só aparece aqui porque tem coisa que eu gostei um pouco mais na frente.

32º GFRIEND – LABYRINTH

Ai essa capa do Walpurgis Night do youtube é o que me mata, mas enfim, vamos a mais uma b-side que se saiu melhor que a título. Não que eu não goste de Crossroads, na verdade as títulos do GFriend esse ano foram todas MUITO fortes pra mim, mas acho que Labyrinth é uma música 10x mais marcante e interessante de se ouvir, e que eu inclusive escutei até mais que a própria título do álbum. Ainda me pergunto porque diabos decidiram não utilizar essa maravilha como a principal do álbum, porque ela tem tudo o que funciona com o GFriend elevado a uma música mais forte e marcada, principalmente falando de vocais que estão impecáveis nela. Enfim, adoro Labyrinth, é isto.

31º SUNMI – PPORAPPIPPAM

O dia em que Sunmi decidiu nos entregar de presente um city pop maravilhoso, com um nome chatíssimo de se escrever. A noite violeta, ou Pporappippam, é uma música incrível de uma das minhas solitas favoritas. Ela simplesmente é a cara da Sunmi, e funciona tão bem com a bonita que é impressionante. Um instrumental bem feito com a voz dessa mulher vai a lugares, e eu simplesmente adorei o trabalho dela nisso aqui. Escutar ela inteira depois de um tempo sem ouvir, inclusive, é uma viagem que super recomendo a todos os que estão lendo isso aqui, juro que não vão se arrepender.

Chegamos ao final da segunda parte do nosso top 50 de 2020. E ai, pra vocês quais músicas estariam nessa segunda parte? Enfim, espero vê-los amanhã na terceira parte do que vem fazendo meus cabelos caírem por estresse.

Até amanhã!

Beijineos de luz~

2 comentários em “As 50 melhores de 2020 – Parte 2

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s