2020 · TOP FINAL DE ANO

As 50 melhores de 2020 – Parte 1

Fala ai meu povo, como estão? Pois é, chega a época do ano onde o KPop decide dar aquela desacelerada, a gente coloca uns chapéus de natal bem bonitinhos e fica umas 3 horas na frente do computador tentando decidir o que diabos vai colocar no top de final de ano. Esse ano será somente euzinha, Bruna, fazendo o top, porque eu achei injusto ocupar mais tempo ainda de dona Groselha que anda hiper ultra mega ocupada (mas espero que ela esteja um pouco mais livre nos próximos anos, porque adoro as duas caindo no soco pra decidir isso aqui). Eu vinha ponderando em transformar isso aqui num top 100, mas sinceramente a quantidade de música que eu gostei e salvei nesse ano eu sinceramente não acho que daria pra fazer disso algo maior, então ficamos com 50 mesmo e quem sabe ano que vem, né? Enfim, vamos a primeira parte e espero que se conformem que, sim, eu tenho um gosto duvidoso pra caralho em música (e relembrando que desde a semana do dia 14 eu não estou contando para esse top).

Relembrando que esse top é feito pura e simplesmente baseado no que eu mais escutei durante o ano, então só vai ter coisa que eu realmente gostei.

50º STAYC – SO BAD

STAYC debutou esse ano e acabou criando um viralzinho até que interessante com essa música, talvez pelo que eu diria ser a falta de debuts bons até o momento que elas vieram a tona. So Bad é uma boa música e um ótimo debut pro grupo, principalmente pela sonoridade um pouco diferente das bagunças que a gente viu esse ano, mesmo não sendo lá um super ponto fora da curva. Além disso a música cresceu até que bastante em mim, num ponto que fiquei alguns dias escutando ela no repeat. Esperando pra ver o que elas podem trazer a mesa no próximo ano, principalmente se for tão fácil de gostar quanto isso aqui. Porém né, último lugar na lista porque tem coisa muito mais interessante por vir.

49º SF9 – GOOD GUY

Uma surpresa agradável nesse ano foi o próprio SF9, que decidiu que lançaria umas farofinhas gostosíssimas de ouvir, tanto com Good Guy quanto com Summer Breeze (que infelizmente ficou de fora do top, mas acreditem eu adoro aquilo). Acho que me peguei escutando Good Guy mais vezes do que eu realmente gostaria de admitir, ainda mais que é uma música até que bem característica ao grupo, mas seu ritmo bem construído com esses vocais ótimos e um refrão que tinha tudo pra ser horrendo mas que acabou funcionando no final, Good Guy recebe o meu “cara, você é tudinho” e entra no top 50. Um boygroup pra agraciar isso aqui que, já aviso, vai ter girlgroup até demais.

48º LOONA – SO WHAT

Eu tenho que admitir, por mais que me doa, que Loona não teve seu melhor ano. Por mais que eu goste de So What e tenha descaradamente escutado ela mais vezes do que, de novo, eu goste de admitir, as bonitas tiveram uma queda na qualidade de som que nem eu sei explicar, só sei sentir uma tristeza sem fim. Why Not foi PÉSSIMA em todos os jeitos possíveis e imagináveis, mas So What salva um pouco o ano das bonitas em questão de eu realmente gostar dela. É bagunça? Com certeza, desde que Soo Man decidiu enfiar o dedo no grupo é isso que sai delas, mas é uma bagunça que eu gosto bastante e é anos luz mais escutável do que muitas outras por ai.

47º CLC – HELICOPTER

Eis uma música que eu admito na maior cara dura que gostei e que realmente escutei umas boas trocentas vezes. Helicopter é algo que eu esperaria do CLC num momento de lucidez (assim como No é um momento de tristeza no grupo) e que me agrada muito, mas muito mesmo. Tem diversos pontos que me venderam completamente a música, desde os vocais no pré refrão que funcionam perfeitamente, os raps da Yeeun que estão maravilhosos e te prendem na música ou até mesmo esse refrão questionável (em questão instrumental) dela. Uma pena que essa foi a única vez que o grupo deu as caras nesse ano, e eu não sei o que realmente esperar da Cube com elas ano que vem…

46º FROMIS_9 – FEEL GOOD

Fromis_9 foi outro grupo que sumiu do mapa por um tempo (ainda mais com todos aqueles escândalos da MNet com o Produce, que deu uma respingada boa nelas). Demorou muito, mas finalmente decidiram tirar as bonitas do porão com um comeback um pouco menos garota fofa espevitada, vindo com o conceitão que meio mundo usou de retrôzinho gostoso pra minha felicidade. Eu já gostava do Fromis antes delas avançarem nesse estilo sonoro, não vou mentir, mas Feel Good é uma música TÃO BOA pra elas voltarem a dar as caras, principalmente por ser uma música tão levinha e gostosa de ouvir. Eu me peguei ouvindo ela várias vezes sem nem perceber.

45º MAMAMOO – DINGGA

Todo mundo sabe mais que bem que eu ODIEI Aya com todas as minhas forças, mas Mamamoo geralmente consegue acertar bem pelo menos 1 comigo, e foi o que rolou com a pré release de Dingga (graças, porque senão elas nem dado as caras por aqui teriam, somente por uma exceção). Dingga é o tipo de música que todo mundo esperaria do Mamamoo antes delas darem início aquela série de álbuns sobre estações e cores, combinando com a primeira imagem que o grupo criou pra si, mesmo que sem focar muito em vocais impecáveis, que é algo que eu senti um pouco de falta nessa música. Mesmo assim, ela não deixa de ser extremamente divertida de se ouvir.

44º WEEEKLY – TAG ME

Voltando a falar de debuts, as pirralhas da PlayM e irmãzinhas do APink tiveram um ótimo debut com essa porcaria que é Tag Me. E sim, eu vou pra sempre chamar Tag Me de porcaria mesmo que eu tenha adorado esse debut. É uma música animada, juvenil e que nem tenta se levar a sério, e eu gosto muito disso, porque inclusive funcionou muito bem com as meninas e seus vocais. É aquele tipo de música descontraída que melhora um pouco o dia depois de escutar (mesmo que seja um pouco no sigilo). Uma pena que o primeiro comeback do grupo foi tão sem sal e me fez perder um pouco do interesse por elas, mas ainda assim Tag Me é ótima e aparece por aqui por eu ADORAR ESSA PORCARIA, ARGH.

43º BVNDIT – JUNGLE

MNH sua fodida por que foi ficar tão sem grana esse ano, eim? BVNDIT entrou na minha listinha de grupos favoritos esse ano, depois de sair me conquistando com cada comeback delas e fazendo um trabalho divino. Eu simplesmente AMO Jungle, ela é perfeita pro grupo que entregou tanto em coreografia quanto em vocais. Essa música é como se você fosse numa festa no meio da floresta enquanto tenta não sair no soco com uma onça pintada e dança com um mico leão dourado, simplesmente perfeita. Eu queria ter visto mais do grupo esse ano, mas a MNH tá sem grana nenhuma e elas estão meio que de hiatus nesse meio tempo. Só espero que tragam elas de volta assim que possível, porque BVNDIT é um ótimo grupo.

42º WONHO – OPEN MIND

Se brincar esse debut solo do Wonho foi um dos mais aguardados do ano, já que ele não está mais no Monsta X. E vamos ser sinceros? Wonho decidiu acabar com a humanidade inteira com esse debut, porque ele soube exatamente seguir aquela linha tênue que existe entre ser um grande gostoso e um grande sensível. Você percebe que ele é ambos somente pelo jeito da música, pelo instrumental, cada parte vocal e até mesmo na coreografia. Eu repito o que vi muitos dizendo: Wonho entregou tão bem esse debut porque soube explorar tanto sua sensualidade tanto quanto sua delicadeza, coisa que até outro dia só o Taemin conseguia entregar com maestria (mesmo que ele ainda seja o reizinho nesse conceito). Agora eu quero ver mais Wonho solo pisoteando a sociedade com todo o amor.

41º BRAVE GIRLS – WE RIDE

Eu nem sei quanto tempo o Brave Girls ficou preso no porão, e na verdade ninguém tava esperando que elas saíssem dele, principalmente nesse ano. Foi uma ótima surpresa ver elas de volta, ainda mais com mais um bopzinho retrô que eu poderia chamar de meu. We Ride é perfeita pra mim, sinceramente, ela segue um estilo que eu adoro de um jeito um pouco mais calmo, mesmo que ainda dançante, sendo uma música perfeita pra escutar enquanto você dirige seu conversível e vai pra praia num dia ensolarado e sem nenhum tipo de trânsito pra te irritar. É o tipo de música que eu adoro escutar no carro, em resumo.

Enfim, fim da primeira parte pessoal, yay!!! Amanhã teremos mais uma parte saindo e espero que estejam prontos para muito mais de Bruna confusa com o que está fazendo.jpeg

Vejo vocês na próxima parte!

Beijineos de luz~

6 comentários em “As 50 melhores de 2020 – Parte 1

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s