2019 · TOP FINAL DE ANO

As 50 melhores de 2019 – Parte 2

Fala gente bonita, e bem vindos a segunda parte do show de luta em que eu e Groselha nos engajamos todo o ano, mais conhecido como top 50. Agora a gente começa a afunilar as coisas e, mesmo ainda estando em pleníssima paz, o negócio fica um tequinho mais difícil. É hora de ver o top 40 das “nossas” mais amadinhas.

Espero que estejam prontas crianças~

40º ALEXA – BOMB

Filhotes de Produce sempre tem um pouco mais de buzz tanto na fanbase coreana quanto na internacional. Alexa quase que foi apagada na sua aparição pelo Produce 48, mas chamou a atenção com seu debut Bomb. Mesmo eu lutando pra decidir se curto ou não a música, com certeza a pessoa mais vital pra ela aparecer por aqui foi a Groselha. A música é uma farofona de potencial enorme, assim como a própria Alexa não parece ter vindo pra brincar enquanto dançarina. Dou meu braço a torcer e digo que realmente merecia estar por aqui sim, que a menina lance mais coisas legaizinhas (ou mais que isso) no ano que vem.

39º ONEUS – LIT

Mais uma que entra aqui mais pela Groselha do que por mim. Mesmo eu achando que Oneus foi o melhor debut masculino do ano, ainda achei Lit a mais fraquinha dos comebacks do grupo, mas ainda se sai bem no meio do mar de grupos recém debutados. Lit tem uma utilização de instrumentos que lembram um pouco algo mais tradicional, mas que não deixa de ser divertido em nenhum momento. Acho que no fim o objetivo dessa música era literalmente não se levar muito a sério em muitos momentos e eles fazem isso muito bem. Mas não pensem que vai ser a única aparição do grupo por aqui não.

38º CHERRY BULLET – PING PONG

Músicas que eu gosto mais do que deveria e escutei mais vezes do que deveria esse ano. Cherry Bullet debutou também esse ano mas, mesmo sendo um grupo relativamente novo, já tá passando por umas emoções um tanto quanto dispensáveis. Mas é, falando de música, Ping Pong é bem uma guilty pleasure minha, sendo bem bubble gum pop e mais fofinha do que normalmente se encontraria na minha playlist, mas ainda é uma ótima música e boa demais pra dar um upzinho no humor quando ele ta meio no lixo. Só no aguardo da FNC deixar de jogar membro ao vento e dar comeback logo pra essas meninas.

37º GWSN – RED SUN

Mais um grupo que meio que sumiu do radar depois do último comeback, mas que mesmo assim foi muito bem obrigada foi GWSN. Se tem algo que eu e Groselha concordamos é que elas lançam músicas consistentemente boas e Red Sun com certeza é uma das músicas delas que merece bastante atenção. Gosto bastante dos elementos do instrumental, principalmente que cada um deles é explorado quase com maestria, além dos vocais extremamente agradáveis. Não consigo dispensar as meninas da minha playlist e muito menos você deveria, mas essa é a minha opinião.

36º EVERGLOW – ADIOS

Vocês viram no último post que eu acho essa música uma desgraceira sem fim, mas em respeito a coleguinha e eu acho que a opinião geral, ela aparece aqui. Adios é a versão mais barulhenta e farofenta de Bon Bon Chocolat, mas que rendeu o primeiro win pro grupo e provavelmente que mais viralizou na fanbase internacional. Se eu ganhasse 1 real cada vez que alguém fala que gosta dessa música eu estaria rica, então por favor me paguem mais. Mas dá pra entender a hype do público com Adios, de verdade, eu que sou hiper amarga e chata mesmo.

35º MONSTA X – FOLLOW

Trazendo Monsta X pra esse top 50 com muito ódio e tristeza no coração, mas não poderia deixar passar em branco o último comeback deles pelo qual eu viciei um pouco mais do que deveria. Isso aqui é loud pra um caralho e eu gosto muito, mesmo achando que faz tempo que eles não lançam músicas a altura de Shoot Out. Mas eu gosto de farofa, e o grupo sabe lançar as melhores do mercado, não tem nem como discutir essa parte. Cês sabem outra coisa que eu gosto também? De Wonho no grupo, então que no ano que vem ele esteja de volta antes que eu bote fogo na Starship.

34º ACE – UNDER COVER

E se você não gostou dessa música nesse ano você não tem direitos, é isto. A melhor música do ACE, de longe, é Under Cover, tendo os melhores elementos que eles poderiam tacar nessa coisa. O instrumental é semi perfeito, os vocais estão maravilhosos e de deixar você triste porque é tudo lindo. Também foi o único lançamento deles desse ano que valeu a pena (e a gente esquece que Savage já existiu em algum momento). Se tu não escutou, escuta. Se escutou e não gostou, escuta de novo e ESCUTA DIREITO.

33º BOL4 – WORKAHOLIC

Essa aqui é uma escolha meio que exclusiva minha pra colocar aqui, já que eu sou completamente suspeita quando se fala de Bol4. As duas meninas fazem um trabalho incrível e Workaholic é uma daquelas músicas que fazem jus a discografia da dupla. Mesmo com um tom mais maduro e até sério pra música, elas conseguiram perfeitamente entregar algo que faz com que você queira escutar repetidas vezes. Não tem como negar que elas merecem ser tão bem reconhecidas dentro da Coreia quanto elas são hoje em dia.

32º OH MY GIRL – BUNGEE

Mais música um pouco mais docinha e fofinha pra minha cota do ano. 2019 foi o meu ano pra me apaixonar completamente por Oh My Girl e me entregar aos braços do grupo, até gostando da parte mais fofinha delas com Bungee. Não tenho nem argumentos, isso aqui é uma música chicletinho super fofa mas que simplesmente vai conquistar teu coração e fazer com que você ame o grupo até nesses momentos. Ainda não chega aos pés do outro lançamento que eu vou falar aqui mas sim, ainda é ótima.

31º GFRIEND – SUNRISE

GFriend é um daqueles grupos que eu falava que não gostava mas que agora eu criei uma simpatia até que grande por. Quem aparece por aqui é a impecável e emocional Sunrise, uma das músicas mais bonitas essa ano quando se fala de instrumental (coisa que nem é novidade vinda de um grupo conhecido por instrumentais ótimos). A música é simplesmente um ótimo acompanhamento pra Time for the Moon Night, uma pena que logo depois dela veio Fever que a gente finge que nunca aconteceu na vida do grupo. Deletem antes que seja tarde.

Segunda parte acabou, mas o semi infarte de preparar isso aqui não. Amanhã vai ter mais na terceira parte, onde chegamos na metade disso tudo. Será que vamos ter mais grupos rookies? Será que eu vou trazer mais coisa óbvia pra lista? Será que vou parar de bancar a narradora de sessão da tarde? Isso só na próxima parte.

Beijineos de luz~

Um comentário em “As 50 melhores de 2019 – Parte 2

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s